4.11.21

Segunda pessoa semântica, terceira pessoa gramatical

Procuro-te 

Nos seios e nas coxas*

E, em todas elas, o cheiro é sempre teu

Em todas tantas, em suas diferenças que as tornam desinteressantes, inamáveis, você se esconde irrequieta

Prevejo-te

Em todas quaisquer "ela", tão distantes, que se deitam invasivas sobre minhas pernas, difamando a morada tua

No botão da blusa que fecho para mais um encontro do que é impossível de encontrar, pois há botões mais do que ela, qualquer ela, é capaz de serzir