25.9.17

Tumbalacatumba

Acordei ainda chapado pelos festejos da colheita do dia anterior com várias chamadas perdidas no celular e um monte de mensagem de Valentina: “23cm, me ajuda” “Estou com uma emergência”, “Só você pode me salvar”, “Socorr…”
Fiquei assustado, prontamente entrei nela em contato, temi risco de vida.
“Preciso de alguém que me destrua, só você pode fazer isso por mim. Não aguento mais meia-bomba.”
Ela me explicou sua situação urgente. Era de fato uma emergência aguda, vesti meu cocar e pus minha lança pra jogo, e enquanto me locomovia para sua oca, a tranquilizei: “Gata, quando eu cravar minha giromba em você nem Rei Arthur vai conseguir tirar.”

Pude sentir que minhas doces palavras lhe deram paz.
Assim que cheguei, notei toda sua pouca habilidade, rapidamente afastei sua boquinha nada de veludo da minha benga e iniciei outra manobra: a estocada nativa, uma modalidade de sexo selvagem que aprendi em uma tribo indígena vizinha.
Muito sensual, Valentina berrava: “Estou encontrando dificuldades.”
“Ah, é? Não queria ficar sem andar? Agora aguenta, vai orando pra tupã que ela é a deusa da pica avantajada.”
Valentina começou a rebolar no meu pau com tanta maestria que pensei que tivesse feito a dança da chuva, mas era só meu poder aborígene a alagando toda.
A cada estocada, eu dava urros guturais, enquanto ela ela lamentava: “Nossa, 23cm, vai com calma, ainda sou moça, vaselina, por favor.”
Ela veio me dando seta de cu, como mede metro e meio e eu três, altura ideal em certo sentido, mas prejudicada para que eu alcançasse seu Rebouças, conjurei por pajelança um calço, a que se chama na civilização de bota, para que ela ficasse nivelada com meu tamanho e ela pudesse, tal qual Pizarro, conquistar meu Peru, conforme eu escalavrava aquelas especiarias.
Com muita larica após o consumo exacerbado de peiote, saquei uma barra de chocolate do meu baú do tesouro, não sem antes verificar se o chocolate viera no tamanho certo por meio do meu controle de qualidade: comparando a medida com minha módica giromba, que mede o dobro da barra de 400 gramas de Toblerone.
Tudo dentro dos conformes, Valentina me deu um espelho, e eu deixei um punhado de urucum com ela, lembrança daquela noite de grandes navegações a ferro, sangue e pau-brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário