11.8.18

Depois

A9 A
Cores, móveis e porta-retratos
Não sei se foi o álcool ou algo entre nós dois
Suas mãos me encenaram em atos
Se feitos de paixão, o que vem depois?

F#m E
E depois... são madrugadas que calam você
Tantas esquinas que aguardam um depois
Bares e acordes de MPB pagam pra ver


Refrão
D A
Será... estranho eu gostar de implicar contigo?
Será... e de encarar a louça no domingo?
Será... achar água gelada eficaz?
F#m E C#m Bm
E o cabelo amassado de dia seguinte me encher de paz?

A9 A
Perdi alguns versos em nossas paredes
Ficaram nos cantos, se encheram de pós
Suas pernas me ataram em redes
Se feitos de lógica, o que vem após?

F#m E
E depois... são outras bocas que caem tão mal
Todas as músicas pedem um depois
Botas e riffs ruins de metal são um sinal

Refrão

Nenhum comentário:

Postar um comentário